Livros e moda – Imagens da semana

Bem menos interessante que o post da semana passada, mas ainda assim válido. 8)

.

Terminei de ler “O conto do Amor”, de Contardo Calligaris, psicanalista e colunista da Folha. Uma história de amor e arte bastante concisa e sobre a qual eu até poderia falar mais, mas ainda estou pensando sobre. E enquanto eu penso, comecei a ler o “É claro que você sabe do que eu estou falando”, livro de contos irresistíveis de Miranda July, que eu mal comecei a ler e já recomendo para todo mundo.

.

Compras. Certamente uma das melhores terapias de alívio pra mim é comprar. E isso é palavra de quem já sentou em poltrona de psicólogo, deitou em divã de psicanalista, suou de escorrer em aula de “aeroboxe”, leu livro de auto-ajuda, faz teatro (teatro não é terapia como muita gente pensa! cof cof) e faz pilates.

Sim, eu tô passando por um momento complicadinho e fazer compras me anima. Não cura nada a longo prazo, é lógico, mas me anima tanto quanto ir ao cinema ou dar risada num bar. Simplesmente me anima. Então saí em busca de coisas lindas e baratas, de forma que eu não me sentisse culpada e mais melancólica ainda pela minha conta bancária em constante déficit, já que estou desempregada, néam?

Passei na C&A e comprei esse lenço maravilhoso em tom de bege/areia e a tal da legging molhada hype com cara de couro (é essa coisa preta na foto. 8) ). Ela fica absolutamente maravilhosa no corpo, só que a C&A tá viajando cada vez mais nos tamanhos! Tipassim, eu jamais imaginei que fosse caber numa legging PP! Enfim, entrou pra galeria de surrealidades do meu guarda-roupa.

Seguindo o tour “compre-mais-gastando-menos”, fui até a Renner atrás de uma bolsa e encontrei esta coisinha caramelo linda e gigante da foto de cima. Já estou usando, todo mundo aprovou e mamãe quer usar em sociedade. Aliás, meninas que curtem a loja: a coleção de inverno tá incrível. Eu saí de lá querendo enfiar tudo na sacola.

Eu já tinha visto uma prévia da coleção no Chic e tinha ficado ansiosa pra comprar tudo ver ao vivo.
O catálogo está maravilhoso e eu me apaixonei profundamente por este vestido balonê de cetim, que na frente tem uma rosa feita do mesmo tecido. Só resisti porque já não tinha mais meu número!

Tentações à parte, fiquei bem contente com a coleção dessas grandes lojas de roupa, já que acabei de ver todas as tendências de inverno enquanto viajava pela Europa. E é claro: já que H&M e companhia limitada não vem para o Brasil, é ótimo que as redes brazucas se tornem fast fashion shops de qualidade. 8)

.

Deixe seu comentário

Comentários

Comentários via Facebook

Comentários via blog

  1. ai, ai.. eu tb tô desempregada. Quer dizer, dsd que saí da faculdade. Estudo, faço cursinho e mtos concursos. Já passei em um, mas ainda não me chamaram. E viver de mesada dos pais é um saco. Ainda bem que nesse quesito meus pais são ótimos. Mas eu te entendo. =)

    Bjs.

  2. Ai, ver esse livro me fez pensar no-ideal-de-primeiro-encontro-não-marcado. Eu, sentada numa bancada de cafeteria, tomando um capuccino e folheando algum livro interessante, e de repente, aparece um nerd charmoso e senta do meu lado, vê o livro, diz que já leu, e começar a falar sobre o livro com um vocabulário cult. *coração acelerando* oasihdoiad
    Desculpa, me empolguei.

  3. [Comment ID #3158 Will Be Quoted Here]

    ai menina, tu descreveu uma das minhas visões de primeiro encontro perfeito! rs

    Se o “nerd” estiver vestido tipo os caras do post de cima então… Vai ser amor a primeira vista! <3

  4. Realmente a qualidade e variedade de roupas e acessórios aumentou muito na renner, na cea isso é muito bom, pois temos roupas legais com um preço melhor ainda!! rss
    bjos

  5. Realmente a C&A está viajando nos tamanhos, provei uma calça desta M e ficou gigante em mim, dai fiquei com preguiça de sair do provador pra pegar outra menos (e pq estavam me apressando tbm)e acabei não levando =/

    a bolsa é lendaaaa, bom saber, pra eu passar bem longe da Renner, se não vou a falência hiuahua

    beijokas, adoroooo seu blog!