Quando traí meu absorvente.

Eu nunca fui a favor de traição. Nunca traí, nunca aceitei, nunca nada. Se fui traída, fui muito bem chifrada, porque nunca descobri. Claro que hoje as coisas mudaram, e eu vejo que, dependendo do caso, nada que uma vingancinha e uma acalmada de ânimos não cure! Brincadeira. A vingança não vai levar a nada nesse caso, néam.
.

imagem via Flickr

Só que com 10 anos a gente teve aquela palestra na escola sobre absorventes, menstruação e “ficar mocinha” e eu ganhei umas amostras de Always. Como achei meu pacote bonito, jovem e moderno, enfiei na cabeça que “quando for minha vez, vou usar always!”. As amostrinhas ficaram no armário por um ano e lá vai quebrada, até que um dia eu fui surpreendida com o “símbolo máximo da feminilidade” na roupa íntima e tirei-as da gaveta.

No mesmo dia, minha mãe me enviou flores, um vaso de lírios maravilhoso, me deu parabéns “você agora é mulher!”, e deve ter contado pra minha tia e pra minha avó, porque elas também começaram a me tratar ainda mais como adultinha daí em diante.

Como eu comecei a vida com always (e eles realmente são bons!), achei que eu fosse usar always para sempre. E assim foi, Fernanda usando todos os modelos disponíveis – menos os sem abas, porque me deixavam insegura. Todos ótimos, mas meu favorito era o roxinho, “noturno ultrafino”. É uma maravilha, até hoje recomendo.

Daí que faz alguns anos, eu comecei a tomar anticoncepcional e vi meus “dias de visita” caírem pela metade, assim!, como um passe de mágica! Então eu finalmente soube que poderia viajar ou sair de casa no dia DOIS, que era sempre dramático – aí sim eu me senti Sempre Livre. Logo, de olhos fechados, eu jurei fidelidade a minha pílula mágica. Ela era como um pó de pirlimpimpim que me tirava do mundo de uma menstruada em crise, que sofria de cólica, TPM, dor “nos peito”, “nas costa”, e ainda passava 8 dias olhando pra surpresinha na roupa íntima – um inferno.
.


Semprelivre.

imagem via The Cobra Snake

.
Só que com a mágica, adivinhem o que aconteceu? A necessidade de tantos pacotinhos de Always caiu absurdamente. Minha mãe sempre teve mania de comprar o tal do SempreLivre e eu, agora aliviada e livre, até esquecia que ficaria de chico e não comprava meus pacotinhos de ultrafino noturno. Abria o armário e, ta-da! Semprelivre estava lá, então semprelivre seria.

Leve e solta por aí, comecei a ganhar trocentas amostrinhas de absorvente: semprelivre, semprelivre teens (como se o outro fosse só pra mulheres acima de 30!), SYM e etc e tal. Guardava tudo! Depois da 21ª pílula e alguns dias, era só abrir uma embalagem de brinde, usar um, enfiar o outro na bolsa e pronto. Simples assim.

Eu traí o Always. Traí bonito, traí com todos. Traí com o mais barato, com o que tinha embalagem mais bonita, com o que prometia mundos e fundos, com todos os que tive direito e mais ainda com os que não paguei nada por eles.

Quanto à traição tradicional? Outro assunto, já que tô semprelivre faz tempo. Agora quem eu não traio mesmo é minha pílula. Homens vão, homens vêm e são anos com ela. São anos felizes com ela e este é de fato o meu relacionamento mais duradouro que envolve sexo e camisinha – um trio infalível. Hoje eu só sou fiel a ela: vida longa à Yasmin, minha querida pó de pirlimpimpim que ainda tem nome de melhor amiga.

Deixe seu comentário

Comentários

Comentários via Facebook

Comentários via blog

  1. Eu também sempre adorei o Always roxo noturno, hahaha! Ok, adorar em termos, né, porque odeio menstruar. São dias q eu espero q Deus MORRA uma morte bem sofrida por ter feito mulheres menstruarem! Hahaha! Mas nunca fui super fiel, tem um Sempre livre fininho de cobertura mais “sequinha” que eu também gosto. Quando não tô numa vibe OB. Ou Intimus interno, porque as capinhas são coloridas, HAHAHA!

    Ok, admito que as vezes uma boa embalagem me ganha. Quando morava no Japão enlouquecia até com embalagem de manju, que eu acho nojento. Mas as embalagens eram lindas, mesmo, quase me faziam compra-las=P

    Bjos

  2. ameeei o post, ri pra caramba aushiuahsas
    quando eu fiquei menstruada pela primeira vez não recebi flores, pelo contrário, minha mãe ligou pra cidade inteira pra contar, quis morrer, de tanta vergonha huahsiuas

    beijos linda!

  3. Pra todo mulher moderna q se preze, a pílula se tornou uma grande aliada…mas hj aos quase 25 sofro com os efeitos de tê-la tomado por tanto tempo……mas ainda ssim, sinto falta de saber qdo seria “the red day”, aff.
    Bjão flor.

  4. pois é, eu amo essa minha melhor amiga! só que a minha tá mais íntima, chama só yaz! adoro aquelas bolotinhas rosas que fazem os meus dias mais felizes, menos preocupados e menos sangrentos haha!
    beijos!

  5. Eu tb usava os noturnos durante o dia, achava muito melhor do que os tradicionais. E algum tempo depois, torquei por O.B. A mesma paixão que tens pela Yasmin, eu tenho por ele. E te entendo como faz mudar tudo.

    Bjos, Jú

  6. mas yasmin é caro po! hahah 50 reais aqui. troquei por outra que nao chega pela metade do preço e faz a mesma coisa. trai a yasmin! :P (bem má).

  7. [Comment ID #3326 Will Be Quoted Here]

    ai, é cara mesmo. Mas com essas promoções de farmácia, eu pago 39. auisdheuh Só que tenho medo de trocar, pq a primeira pílula que eu tomei, tipo, por três meses, me ENCHIA de enxaqueca, e muita gente que eu conheço passa dessa pra Yasmin ou vice-versa. Daí sei lá neam? sydguehs

  8. [Comment ID #3324 Will Be Quoted Here]

    hahaha eu tenho o mesmo sentimento! Minha mãe até fala “mas vc nem ta namorannndo!”.. Só que só de pensar em voltar a ter um maremoto por mês, eu pago com gosto os 40 paus da Yaz! iuHIUSHD

  9. [Comment ID #3314 Will Be Quoted Here]

    (eu tbm odeio mensturar..)

    MAS PARA TUDO! Você não gosta de MANJU? Jesus, eu acho delicioso! Se vou na liberdade e não compro, é como se eu não tivesse ido! rs E olha que lá as embalagens são horriveis… No Japão deve ser tuuudo!

  10. Quando fiquei a primeira vez minha mãe contou pra família toda ¬¬ mó vergonha.
    Always é bom sim e é o que tem a embalagem mais fofa. Mas ultimamente ando usando o semprelivre… rs
    Ahhh e a pilula salvou minha vida, porque isso comigo ficava uma semana no mínimo e muuuito, depois que comecei tomar pilula as coisas mudaram completamente e pra melhor.
    Beijos

  11. eu, sinceramente, nunca fui fiel a nenhum absorvente em especial. rs… nem acho nenhum de algum modo especial, mas, talvez agora eu preste mais atenção…

  12. Hahaha, obviamente um post de mulher para mulher (Marisaaaaa) em que eu estou metendo o bedelho.

    Óbvio que eu jamais poderia compreender toda a questão da traição com o absorvente, mas eu ri muito. Ótimo post. Juro que achei que seria um post amargurado sobre a traição nos relacionamentos.

    Muitobão.

    bjs.

  13. Faz tempo que não fico naqueles dias, que não uso absorvente comum ou interno… e como vc dou graças a Deus à existência da Yasmin!
    A minha é tomada seguida, termina uma cartela e já sigo com outra. Graças a minha gineco que disse que isso é possível e não causa problema algum…. é claro que o fato foi confirmado com meu padrinho que tb é gineco e foi quem fez meu parto. Cute!

    Beijos

  14. não sei porque mas vejo tanto de mim em você..
    sei lá, alguns gostos, alguns costumes parecidos.
    e eu admiro muito a pessoa que você é.
    vou tomar você como inspiração e me dedicar mais a alguns aspectos da minha vida sabe.

    sucesso pra você ;**

  15. [Comment ID #3684 Will Be Quoted Here]

    poxa, Dani!
    fico feliz de te inspirar coisas tão bonitas! :D hahaha Espero que te faça bem.. E é o que eu sempre procuro passar pra vocês, mesmo com meus textos mais deprês, acredite! hihi