Bye bye, Michael.

Todo mundo sabe o quanto ele afundou nos últimos tempos. Sabemos dos deslizes de sua vida pessoal. Sabemos de tudo isso (e vimos inclusive pela tv), mas ele definitivamente vai ser lembrado mesmo é como rei do pop. E, sim, o grande responsável pela consolidação do videoclipe com seu Thriller, de 1982.

Michael Jackson is gone and it feels like I just haven’t had enough.

.
Como um senhor disse na CNN“ele fez pela música o que Tiger Woods faz pelo esporte, o que Martin Luther King fez pela política e o que Oprah Winfrey faz pelas mulheres”.
.

TMZ deu o furo jornalístico da morte do Michael e muita gente duvidou por ser um site de fofocas. Eu acreditei, afinal o sensacionalismo tem limite. Seria a morte deles (inclusive com processos do próprio Michael, se sobrevivesse) se divulgassem uma notícia falsa deste nível. Os outros veículos se mantiveram em alerta apenas para não confiarem piamente numa única fonte, ainda mais quando se trata de um “site de fofocas” mal visto. Isso é ética, e foi ética tanto da parte dos outros veículos de aguardarem, quanto do TMZ, que teve coragem de falar a “verdade dolorosa” e acabou surpreendendo por isso.

… E o pessoal de San Francisco lá do Twitter ainda não se deu conta do quão importante se tornou. Primeiro, esta semana, quiseram fazer uma manutenção num momento crítico para a situação política do Irã. Hoje, o sistema não agüentou a overdose de posts diante da morte de um astro pop. Está  mais que na hora de dar um UP nos servidores, não?  Talvez, no meio de tanta futilidade (e eu me incluo nisso), o twitter tenha virado mesmo uma utilidade pública.

Deixe seu comentário

Comentários

Comentários via Facebook

Comentários via blog

  1. acho que as pessoas deveriam dar mais credibilidade aos jornais, independentemente do carater que eles sao. se o tmz deu a noticia primeiro, azar, ninguem é louco de brincar com uma noticia tao seria, ainda mais nos eua que pode rolar processo pra tudo quanto é coisa.
    com certeza foi uma perda terrivel, michael é uma pessoa muito querida por todos, agora temos que torcer para que ele finalmente tenha paz
    beijos!

  2. Quem é rei nunca perde a majestade… mesmo ficando fora da cena por uns 12 anos, ele ainda é o rei do pop…
    Uma grande perda para o mundop da música.

  3. E completando sorbe a questão do Twitter: como você observou muitíssimo bem, Fê, o pessoal de São Francisco ainda não percebeu a revolução que começou. Tô começando a concordar com a teoria do Marco Gomes de que um Google da vida precisa fazer uma oferta pros caras.

  4. eu nem entrei no twitter, previ que o sistema não ia aguentar mesmo… eles têm que melhor ainda…

    poxa. fiquei bem triste com essa morte =/!

  5. [Comment ID #4127 Will Be Quoted Here]

    você sabe que eu posso até imaginar a próxima capa da Rolling Stone né? “The rise of Justin Timberlake”. Inclusive ta na hora de ele lançar alguma coisa LOGO. Talvez isso acelere o processo de uma forma bem conveniente…