E se ele acreditasse no amor e ela não? Este é “500 Days Of Summer”.


.

É esse o mote principal de 500 Days of Summer, ou abrasileirando, “500 Dias Com ela”. Como era de se esperar, não se trata de uma história de amor, mas sim de uma história sobre amor. Joseph Gordon-Levitt, o outro protagonista de 10 Coisas que Odeio em Você, e Zooey Deschanel, de Quase Famosos,  interpretam Tom e Summer, jovens que se conhecem no escritório e começam uma relação deliciosa, mas… Indefinida, porque ela acha melhor assim.

Não sei não se de repente virou moda falar de mulher moderninha e deixar os homens na posição de babões, mas o fato é que isso anda sendo bem mostrado por aí. Ela não quer e ele quer, embora tudo seja bem diferente do mundo lá fora, não é mesmo?

Mas tudo bem. Parece ser um filme fofo e bem intencionado, cuja divulgação internética realmente me convenceu a querer assistir e não necessariamente para “encher o coração e criar esperança na humanidade”, mas sim porque 500 dias com ela foi um dos selecionados do festival Sundance – e isso significa bom, no meu ponto de vista.
.


.

Engraçado ver um rapaz interpretando “sinais” da garota, não? 8) O filme já estreou nos Estados Unidos e chega por aqui dia 20 de Novembro.

Deixe seu comentário

Comentários

Comentários via Facebook

Comentários via blog

  1. [Comment ID #4702 Will Be Quoted Here]

    hahaha sou eu sim! Caramba, obrigada por me falar! Eu sou assinante da revista, ela chegou aqui, eu folheei e não me vi! ;)

  2. Parece ser bom mesmo, pena que só chega por aqui em novembro! O papel parece combinar muito com o Joseph!

  3. o que é engraçado é q essa atriz sempre faz uns papéis de menina descolada que é meio diferente em relação ao amor…no Yes Man era meio assim tb. Ta ficando marcada já..ehhehe
    Gostei da dica de filme, qdo sair vou procurar ver.

    Ah, xo te falar, vai estrear um filme da Buffy (esqueci o nome da atriz) baseado no livro do Paulo Coelho: Verônica Decide Morrer. É o mesmo livro que eu baseei meu TCC. :D
    seilá, só pra avisar..heheh
    bjuz

  4. Fê, acredite, isso existe muito por ai. Eu mesma estou numa fase parecida. (e agora falando baixinho) … e magoando bastante por aí. Não que isso seja muito legal, mas vou fazer o que? Assim que eu me sinto com relacao ao amor – preguiçosa.
    Beijos