Mallu Magalhães e seu momento “baba baby”

Mallu em foto de divulgação de seu último disco, “Pitanga”

Mallu Magalhães não é Sandy nem Kelly Key, mas cresceu e agora virou mulher. O mais recente clipe da cantora “Velha e Louca” tomou todos os blogs no último final de semana e chega com certo atraso nesse blog aqui, só que não teve como não postar:


.

Não foi nem por causa do corpo esguio, do figurino interessante, da maquiagem sessentinha ou dessa franjinha marota que fez todas correrem para a frente do espelho dar uma olhada pra ver se ficaria bom, foi mesmo por causa da música, já que é muito difícil eu gostar de música brasileira – e quando acontece geralmente é com banda feita pra exportar, cantando em inglês e tal e coisa. Shame on me, mas é verdade.

Dessa vez eu não só gostei, quanto fiz questão de dar o play no making of, onde o jeitinho desengonçado e sexy de Mallu fica mais evidente e Marcelo Camelo fala todo bobo sobre o trabalho da amada:

.

Com sorte, Marcelo, ela continua com você depois dessa repaginada, viu? hehe Agora o jeito é pegar o resto do CD da moça para ouvir. A ver!

Deixe seu comentário

Comentários

Comentários via Facebook

Comentários via blog

  1. A música é bonitinha, fato. A letra é lindinha e melodia uma delícia.
    Mas preferia que fosse outra pessoa cantando. Não adianta, não vou com a cara dessa menina. Para mim ela faz muito um tipinho que não me convence. HAHAHAHAH…

  2. Olha,esse jeito frágil-desengonçado-meigo, é tão ela, que fica gostoso ouvir.Não foi uma grande surpresa,tirando o visual,mas eu achei digno.E nossa,essa foto dela tá coisa mais linda.

  3. Total essa vibe. Mesmo a galera falando mal, acho que ela está cada vez mais se encontrando. Dá pra sentir uma maturidade e uma leveza incrível no making of (mais do que no clipe, inclusive). Tô contigo! :*

  4. Preciso dizer que tô adorando adorar a Mallu. Ela cresceu e com ela veio o amadurecimento. Acho que o fato do Camelo ter produzido o disco tb deu uma cara totalmente nova e livre.

    Bjs

  5. Ela está linda e concordo com a .mila., a produção do Camelo fez toda a diferença. O único problema (que já acontecia antes) é que ela brinca e experimenta em excesso com a voz, fazendo sons estranhos durante as canções, e não permite que a gente curta a voz bonita que ela tem. Aos poucos ela vai criar confiança no trabalho – e na voz – dela e promete muito ainda! Beijinhos!

  6. Só mulher comenta aqui? Homem também pode? hehe
    Olha, eu gostei da música, mas não da forma como ela tá cantando. Sei lá, parece meio arrastado, parece que ela tá cantando com dificuldade. Não sei explicar exatamente. Mas eu achei isso um tanto incômodo.

    1. [Comment ID #12719 Will Be Quoted Here]

      opa! Claro que pode comentar! hahaha POR FAVOR, HOMENS, COMENTEM! rs

      Mas eu entendo o que você tá dizendo, ela parece que está com preguiça de cantar (a questão é que eu achei isso legal, combina com a letra). rs

  7. Achei a música fofa. Já tinha escutado.
    A Mallu ta lindérrima, né?! Quanta diferença! ehehe

    Posso fazer uma perguntinha-básica-nada-a-ver-com-o-assunto?
    Que plugin você tá usando pra mostrar os usuários online?

    beijo.

  8. Nunca gostei dela, acho ela muito chata (e se juntou com o Marcelo Camelo, outro chato de galocha e os dois foram o casal mais chato do universo), mas gostei da música nova. Me irrita um pouco o jeito como ela canta, meio arrastado, apesar de achar que combina com a música. Mas ouvi as outras músicas do CD e todas são assim. Um saco.