5 motivos para você assistir a série “Girls” da HBO

O quarteto de “Girls” da HBO: Allison Williams (Marnie), Jemima Kirke (Jessa),
Lena Dunham (Hannah) e Zosia Mamet (Shoshanna) 

Quatro amigas, Nova York, empregos nada definidos, pouco dinheiro na conta e estabilidade zero nos relacionamentos: é este o cenário em que vivem as protagonistas de “Girls”, série da HBO escrita, dirigida e protagonizada por Lena Dunham, que já mostra de cara a que veio quando coloca na boca de sua personagem Hannah que ela pode ser “a voz de sua geração” – ou pelo menos “uma voz de uma geração”.

Hannah quer ser escritora, tem muitos planos, poucas habilidades, pais que ajudam a pagar as contas e um ficante extremamente freak. Suas amigas variam entre uma garota certinha, uma estudante virgem e uma garota megacool viajada e descolada, mas o que importa é que o quarteto representa uma geração em que curso superior não garante nada além de um estágio não remunerado e pais pouco esperançosos em investirem dinheiro nos filhos.

Misture a tudo isso um pouco de piadas relacionadas à internet, Twitter e Facebook, relações sexuais politicamente incorretas e uma trilha sonora bem bacana e temos um seriado não só atual, mas extremamente visceral. É pouca maquiagem e muito texto, o que o torna bem diferente de qualquer outra série para garotas que já tenha surgido – no primeiro capítulo, aliás, a megacool Jessa faz questão de dizer que nunca ouviu falar de “Sex And The City”, enquanto a virgem Shoshanna diz que se sente uma mistura de Carrie com Miranda.

Até agora foram cinco episódios igualmente divertidos e geniais e uma segunda temporada já foi garantida pela HBO para 2013. Se esse seriado “hipster” terá futuro além da segunda temporada não sabemos, mas já estou aqui apegada e torcendo.

+ VEJA TAMBÉM:
O fim da série “Girls”: o que esperar da última temporada?

Veja os 5 motivos para você assistir a série “Girls”:

1. O elenco e as personagens

Lena Dunham (Hannah), Allison Williams (Marnie), Zosia Mamet (Shoshanna), e Jemima Kirke (Jessa) tem uma química incrível em cena e é difícil não se identificar rapidamente com algumas delas. Apesar da personagem principal Hannah Horvath ser escritora, a garota nada tem a ver com a já conhecida heroína Carrie Bradshaw e muitas vezes seu senso de humor mal colocado a tira do centro das atenções, para não dizer que a torna a “vilã” da história.

Por outro lado, é difícil não querer ter a auto-confiança e o jeitinho cool de Jessa. Por isso mesmo, creio que ela está muito mais longe da realidade que a própria virgem aos 20 e tralálá, Shoshanna. Já Marnie é um capítulo à parte: você deve conhecer várias.

2. Amor e sexo reais

Aqui as pessoas são felizes ou infelizes na cama, pegam DSTs, saram, e nada é um grande problema. O mais engraçado é que ao mesmo tempo em que ninguém está feliz, ninguém está realmente triste com o que está acontecendo e continua empurrando os relacionamentos com a barriga (seria esse o retrato do que a geração dos 20 e alguma coisa faz com toda e qualquer questão delicada?).

Cada capítulo tem seu “that awkward moment when…” e é impressionante o quanto as cenas de sexo servem para desencadear conversas absurdas. Em entrevista ao “New York Times”, a atriz/roteirista/diretora Lena Dunham fez questão de dizer que “Girls” tenta retratar a bagunça que a vida sexual pode ser aos 20 e poucos anos. Essa época em que ninguém está realmente satisfeito com nada, mas tem que fingir que está no controle de tudo e ainda gozando horrores.

3. As frases geniais

É inquestionável que Lena Dunham tem talento para escrita: ela sabe colocar na boca de seus personagens algumas verdades doloridas e é bem provável que, ironicamente, você fique se coçando pra soltar alguma frase da série no Facebook. Destaco aqui três momentos importantes para pegar o espírito da série:

1. Não é vida adulta se os seus pais pagam metade do seu blackberry;
2. Ficadas tem que durar no máximo 6 meses ou até que alguém pare de se divertir;
3. “Por que você vê pornografia? Por que você não imagina nós dois transando?” e a resposta: “Porque isso me deixaria triste”.

4. A direção mais “crua”

Gravada com apenas uma câmera, “Girls” tem um ar de vida real que não está só presente nas situações e no figurino das personagens, mas no próprio formato da série. Alguns planos longos com as personagens simplesmente conversando com pouca ou quase nenhuma maquiagem vão fazer os homens no sofá se sentirem dentro de um banheiro feminino, ouvindo até o que não queriam.

5.  Trilha sonora

Ah, nada como acabar um episódio e querer caçar as músicas que tocaram. E a trilha dessa série é bem difícil de achar se você não tiver um Shazam por perto. Bom passatempo! rs ;)

As quatro em cena, curtindo um “showzinho” de rock

E um motivo para não assistir:

Se o seu negócio é glamour, estilo das personagens, gente linda o tempo todo, intrigas e histórias que só aconteceriam com mulheres bem sucedidas ou bem nascidas, esqueça. As “Girls” tem bom humor e inteligência, mas pouco dinheiro e muitos problemas: mais vida real, impossível. Por isso mesmo, a série tem sido vista como uma aposta corajosa da HBO e tem tudo para ganhar lovers & haters: não tem como ficar indiferente.

.

ps: apenas um adendo: antes de conseguir todo esse espaço na HBO, Lena Dunham escreveu e protagonizou o filme “Tiny Furniture”, tratando do mesmo tema. Ainda não assisti, mas deixo a dica para quem curtir a série também.

Deixe seu comentário

Comentários

Comentários via Facebook

Comentários via blog

  1. Você me convenceu. Vou baixar os episódios assim que eu terminar The Tudors. heheeh (me fiz uma meta de começar um só quando terminar, ou tiver de férias os outros que sigo, senão não tenho tempo!!!)

    1. [Comment ID #13948 Will Be Quoted Here]

      hauah mas começa mesmo! O que gostei dessa série é que ela é muito rápida, cada capítulo tem 29 minutos.. Você não perde séculos vendo! rs

      1. Dá pra ver no megafilmeshd.net … inclusive os episódios são colocados no ar assim que saem na TV! (p ver com legendas tem q esperar mais uns dias ;)

  2. Eu assisti e amei justamente por não ser qualquer série de “4 amigas em Nova Iorque”. Estava cansada desse falso glamour, dessas vidas que não são reais para a maioria das pessoas… Engraçado que eu ouvi falar dessa série pela primeira vez em um blog de moda que falava que em Girls se veria glamour, roupas, uma nova SATC. Amei a última cena do terceiro episódio, incrível mesmo!

  3. Simplesmente adoro a serie, sempre acabo ficando com vergonha alheia pela Hannah. Gostei muito e concordo bem com o que vc disse sobre a serie não ser p/ quem curte um drama-fashion/drama-queen, onde tudo mundo pega todo mundo no final.
    ;)

  4. Loouca pra ver! Tinha me cansado de Gossip Girl e derivados justamente por isso: Histórias nada a ver com a vida real, roupas que eu nunca vou ter na vida e etc. Hahaha.

  5. Ana Laura likes this. Very Much indeed.

    HAHAHA :)

    eu vi tudo numa noite e tô chocada com o REALISMO da coisa.

    se quiser as músicas, me avisa! baixei quase todas! :)

  6. Adoro a série! Moro com 4 amigas e realmente não dá pra aguentar uma vida certinha, decidida e chique 24 horas por dia. Nem na televisão (internet, que seja)! Crescer longe dos pais é um desafio aos 20 e ainda tem tooodas as outras coisas (o trabalho, os relacionamentos, os amigos..) Que bom que autorizaram uma série assim na Tv! :)
    E pra quem quer assistir online, http://www.seriesvideobb.com/2012/04/assistir-girls-1-temporada-dublado-e.html
    Tem até o quinto episódio e o site tem todas as séries ever! É pra guardar nos favoritos!
    Beijo!

  7. voltei aqui pra falar que assisti os 5 de uma vez e quero mais logo!!! DEMAIS! geralmente eu curto series de humor bobo (The Office, That 70s show) ou a tão querida TWD mas essa superou! valeu por indicar Fe!!

  8. Estou baixando o primeiro episódio agora! Estou mega carente de séries, nenhuma atual tem prendido minha atenção!

    Beijos, adoro seu blog!

  9. A série é mtoo boa!! É uma série “crua”! Sem muita maquiagem, glamour ou romances perfeitos… É tudo assustadoramente real!!
    Adorei!!

    P.S. Quero mtoooo as músicas, são perfeitas por demais!! Alguém pode me ajudar com isso?

  10. a cada episódio que passa eu fico louco tentando achar as músicas dessa série. então por favor se alguém conseguir o nome das músicas eu agradeço!

  11. Eu estou adorando essa serie!! =)
    acompanho desde o inicio, confesso ter demorado 3 eps para me apaixonar pela serie, mas meu n tem como hahahaha mto mto boa

    tem umas sacadas ótimas, personagens ótimos, estranhos (porem carismáticos demais, cda um de sua forma) e fazia tempo que uma serie me prendia assim, me pego dando risada sozinha alto e viajando na hist hahahahah

    ótimo post! bjs
    http://www.blstore.com.br
    http://blog.blstore.com.br
    http://www.profeticees.blogspot.com

  12. Adorei a serie,mulheres reais,nada de personagens com aquela beleza surreal,sem contar que nenhuma delas tem um namorado “modelo”e nem na hora da conversa entre amigas tem frescura,a Jessa então,toda desbocada rsrs…ou seja série bem real mesmo.
    Algué poderia me dizer o nome da música que toca no final do 3 episódio que a Hannah ta dançando ai a Marnie chega e elas dançam juntas???

  13. Acho que esse é o comentário mais atrasado da vida, maaaas… Vi que ontem você postou sobre a 2ª temporada de Girls e eu pensei “ufa! uma série que parece legal e que eu não vou ter que ficar assistindo 20 mil episódios pra poder acompanhar com todo mundo”, aí lembrei que você tinha feito esse post, mas eu acabei nem lendo porque nem tinha muito tempo pra ver nada. Agora que eu tenho tempo, já deixei um lembrete aqui pra baixar assim que chegar em casa hoje :)

  14. En general, desde la primera temporada me gustó la frescura, y estoy segura que más de una jovencita se siente muy identificada con la serie, de ahí el éxito de la propuesta. Por cierto comparto con ustedes el sitio oficial http://www.hbomax.tv/girls-4/ de la próxima cuarta temporada.

  15. O primeiro episódio da série Girls 4 foi lançado recentemente , e embora seja a primeira vez que eu vejo isso acho que vou voltar ao início para compreendê-lo melhor e jogando vários assuntos diferentes que costumamos ver na telinha .