“50 Tons”: BDSM na cultura pop e a gente finalmente falando sobre sexo

e aí gatinha? Curtiu?

Finalmente acabei de ler “50 Tons de Cinza”. Demorei, mas confesso que foi um conjunto de enrolação com a tentativa de terminar perto do lançamento do segundo livro, que chega às lojas nos próximos dias. Afinal se a obra já é “enrolona”, para que sofrer esperando a segunda parte, não é mesmo?

Falando na leitura, quando eu estava no meio do caminho escrevi o post “10 Questionamentos de quem está lendo ’50 Tons de Cinza'”, e é engraçado que quase nenhuma das minhas observações mudou desde então, o que quase me fez não escrever sobre o livro de novo. Mas resolvi que valia por um único e simples motivo: estamos finalmente falando de sexo; olha só!

A escrita de E.L.James não é das melhores, a série não é um primor da literatura, mas o livro é inexplicavelmente viciante para a maioria dos mortais que são cativados por amores imperfeitos. Junte a isso o tempero velho-novo do sadomasoquismo e tá aí o motivo do best-seller: para quem gosta de ler amor, tem amor, para quem gosta de ler sexo, vai ter muito sexo. E digo tempero velho-novo porque BDSM é coisa das antigas e a esperteza foi tratar o tema de uma forma leve, com a inexperiência de uma virgem, resultando num fenômeno de cultura pop. Aliás, quem acessar a Wikipedia sobre o assunto vai logo ver que os reais praticantes da coisa devem estar revoltados, se sentindo como indies que vêem sua banda do coração assinar com uma gravadora.

Após a leitura, continuo sem entender porque precisamos de uma virgem de classe média e de um príncipe encantado safado e milionário para falar de sexo, e continuo sem entender também como essa menina goza tanto desde o primeiro dia – magia? Tecnologia? -, só que, vamos perdoar, estamos falando de sexo e isso é ótimo. Estamos falando, pensando e discutindo tabus. Sendo o livro pobre ou não, não dá pra negar que podemos lucrar mais com esse tema do que com o sobrenatural que ninguém nunca viu brilhando à luz do sol. Num viés mais prático, digo que podem chamar de “pornô para mamães” à vontade: pelo menos é algum pornô feito para mulheres.

A trilogia vai ser condensada em apenas um filme e provavelmente teremos aí um dos raros casos de filme melhor que livro, já que a enrolação da autora é irritante – aparentemente ela deu uma corridinha apenas no final da primeira parte, o que já foi uma evolução imensa. Pergunto-me porque o livro todo não foi assim, de uma vez, mas aí seriam menos páginas e menos dinheiro no bolso, talvez.

.

“50 TONS”, o meme, o filme

Agora a melhor coisa mesmo tá sendo ver as loucurinhas dos fãs em torno do livro. Christian Grey e Anastasia ganham mil fan arts por segundo e as apostas de quais atores viverão o casal na telona estão altas. Aparentemente, Ian Somerhalder ou Ryan Gosling devem levar o papel do bonitão – eu prefiro o Ryan pela cara de perigoso, mas ver o Ian desfilando em trajes mínimos não seria o menor problema. Quanto à protagonista, Lucy Hale é cotada e até já falou a respeito, mas nada definido.

Enquanto isso, as mina pira:

.

AI INTERNET, eu te adoro. Agora vamos esperar os próximos, né? Tudo pra entender o santo Grey no final – tomara que não vire um “segredo de Gerson”.

*todos os memes estão na fanpage “50 Tons de Cinza Brasil”, cheia de fanáticos pirando nas apostas pro filme! hahaha

Deixe seu comentário

Comentários

Comentários via Facebook

Comentários via blog

  1. Também achei a enrolação da história um saco mas, como você mesma disse no post, é sobre sexo que estamos falando. E o bom é que, quanto mais falarmos sobre isso, melhor. ;)

    ótimo post, como sempre, Fer.
    Um beijo

  2. Fê,
    Eu li o livro e achei viciante e, pra falar a verdade, fiquei bem curiosa para saber onde isso vai dar. Não é (e acho que nem tinha a pretensão de ser) um livro super bem escrito, um clássico que vai ser lembrado por anos mas é uma boa distração e achei legal por sair do “lugar comum” dos romances best sellers atuais.
    Eu já tinha lido seu outro post e 2 observações realmente me chamaram muito atenção:
    Que virgem, quando e onde sai gozando por todos os poros desde a primeira vez?
    Realmente essa parte da história é bem irreal né? Desde quando uma menina virgem (e pelo que eu entendi nem uns “amassos” ela nunca tinha dado) vai gozar assim logo de cara?rs
    E também a outra questão que você coloca se não seria melhor uma personagem experiente ou será que uma mulher experiente teria preconceito demais para topar a proposta do Sr. Gostoso Grey?
    Realmente acho que uma mulher mais experiente ia descartar a proposta na hora! Acho que o que aconteceu com a Anastasia foi o famoso (desculpe o jeito de falar…rs) amor de pica! haha

  3. Fê!
    Acabei de ler o livro também… sinceramente? É viciante mas também irritante!
    Acho que a cada vez que ela falava “minha deusa interior” eu tinha vontade de rasgar cada página do livro kkk quem fala isso??
    Fora a indecisão de assinar ou não o contrato. PELAMORDEDELS ou dá ou desce!
    Foi o que li no comentário a cima! Amor de pica. quando pega, fica… né?
    Eu tinha visto que a Emma Watson tava sendo cotada pra ser a Anastacia! Não vai mais ser ela? =\
    HAHAHA Mesmo com todos os poréns, quero ler o segundo livro e ver no que dá!
    Beijo

  4. Eu nem pensava em ler o livro, até que a minha mãe pediu para que eu comprasse quando fosse na Bienal haha
    Também estou enrolando para ler, tive a mesma ideia e acho ótimo que o livro fez/faz com que as pessoas falem sobre um assunto considerado como “tabu” que é inerente à natureza humana.
    Ryan cara de perigo? Gosto mais do Ian, mas no quesito “perigo” prefiro o Michael Fassbender. Eu sei que ele é mais velho que o Christian e tal, mas acho esse homem extremamente sexy e cismo nele enquanto leio. E acho que o Henry Cavill daria um bom Mr.Grey também.
    Beijoss!

  5. mas nao faz sentido, fê, pq o christian tem olhos e cabelos escuros, enquanto a anastacia é morena de olhos azuis, só q é peituda/magrela/alta!
    a descrição dela tá no final do terceiro livro, onde tem um spin off narrado pelo christian sobre a primeira vez q eles se conheceram (no escritório). então esses atores não fazem sentido :(

    1. [Comment ID #16086 Will Be Quoted Here]

      GABBY, VC ME CONTOU O FINAL DO ÚLTIMO LIVRO?!?!?!!?!? AAAAAAAAAA :O

      uhauahua brinks Mas vamos lembrar que os atores sempre podem usar lentes, né? Foi assim que a Kristen Stewart escondeu o jogo em Crepúsculo. rs Aliás, uma coisa que ficou clara (logo no primeiro) é que a Anastasia tem cabelo cacheado. Ou to louca? :p Se for assim, tb vai ser alguma menina com falsos cachos fazendo…

  6. Já falei que odiei o livro porque é mal-escrito demais e a história é fraca demais. Adoro a cena de bunheads em que a Michelle entra na sala e cita o livro como “the end of literature as we know it”. Hahaha.
    Vc viu que o Marcelinho leu um capítulo?! :)
    Bem, todo esse comment pra dizer que na minha cabeça o Grey é o Christian Bale. American Psycho style. Até pq, sinceramente, não vejo mulher que não obedeceria a QQ coisa que o Bale mandasse fazer…

  7. Minha curiosidade me fez baixar o e-book. Pois bem, ainda não o li, mas mesmo assim, através da leitura dos comentários – principalmente do vosso site – fiquei imaginando que James Franco ou Ryan Gosling ou até Johnny Depp (seu lindo!) ficariam ótimos como Mr. Grey no filme!

    1. [Comment ID #16141 Will Be Quoted Here]

      Então, o Johnny Depp tá um pouco pra frente na idade – o Grey tem 27 anos. Eu gosto bastante do Ryan Gosling, acho que o Ian Somerhalder, por exemplo, pode ter uma beleza talvez óbvia demais pro papel. rs

  8. Então… Tb viciei nessa porra!!! Mas vamos falar sério… O Grey é mais para ruivo e tem os olhos azuis acinzentados, tanto que tem o trocadilho com o nome né… A Anastasia é a virgem mais fodona do mundo, nada comparável as mil gozadas diárias dela, quem me dera ter um terço da capacidade dela! Vcs já leram o segundo livro? Minha opinião é que caiu no senso comum… Tipo assim: Se vc gosta de dar uma trepada diferente, um chicote, ou algo que envolva BDSM vc é mal, vc teve uma infância conturbada, tem problemas…Tipo assim, todo mundo tem que curtir fazer sexo do mesmo jeito, se não for tá errado? Vou ter q ler o terceiro para saber como essa ladainha acaba, mas sinceramente achei muito podre o rumo que a história tomou, conto de fadas demais! Além disso super preconceituoso!!!!!