Paródia com “The Sims” mostra como seria cena do absorvente em “50 Tons de Cinza”

“50 Tons de Cinza” está cada vez mais perto e a cada dia ficamos sabendo mais sobre o filme, seja através dos clipes da trilha sonora, seja através de entrevistas reveladoras da produção. Desta vez, a novidade “chocante” foi que a direção sequer considerou colocar no longa a passagem do livro em que Mr. Grey remove o absorvente interno de Anastasia para continuar as brincadeirinhas noite a dentro, com o perdão do trocadilho.

The Sims 50 Shades

#chocada

Como assinei uma trégua fashion com meus glúteos

Uns com muito, outros com tão pouco! Ah os desejos de um corpo perfeito, uma curvinha aqui ou menos curvinhas lá. Hidrogel em umas, “thigh gap” em outras. Para completar a neurose, todos os manuais de estilo nos explicam que devemos ressaltar nossos pontos fortes em detrimento dos pontos não tão legais. Mas o que é um ponto forte? O que é legal em mim? Muito me estranha não vermos mais mulheres de sobretudo, pois é o que a auto-estima da maioria recomendaria como peça ideal. Uma pena.

Sou desse #timecasacão e nunca tive a preocupação de mostrar alguma parte xis do corpo por gostar dela, mas sempre tive a obsessão por disfarçar, tentar esconder ou subtrair um pouco de algumas coisas. Em especial, a minha grande, redonda e brasileira bunda. Sempre achei que  ela era a destruidora do look: “como vou usar essa roupa moderna com essa bunda gigante?”. Na minha cabeça, gente moderna não tem bunda – assim como não tem coxa, provavelmente tem cabelo liso, etc., mas principalmente não tem bunda.

jenselter2

Jen Selter, a musa da buzanfa com a maior auto-estima do mundo, para a “Vanity Fair”

Engoli essa história goela abaixo há muito tempo e sempre me surpreendia ao ver Beyoncé em sua vida fora do palco, bem moderna, cabeluda e bem bunduda. Aí os exercícios entraram na minha vida, emagreci, tonifiquei, defini algumas partes do corpo, mas fui pouco a pouco descobrindo que, minha filha!, não há nada para diminuir seus glúteos se veio escrito na sua bula genética que grandes eles serão. Pelo contrário: quanto mais eu malho, mais a bunda insiste em aparecer gritando “TÔ AQUI DE BOAÇA, MANDA MAIS WHEY”. Em suma: nem a corrida, esporte acusado de derrubar buzanfas, foi capaz de acabar com tanta imponência.

Leia mais

9 celebridades brasileiras que tiveram um 2014 mais mala que o seu

Desde janeiro, a numerologia deixou bem claro que 2014 entraria para a história como um ano que não seria fácil pra ninguém. Avanços? Só a duras penas. Aprendizados? Só do jeito mais difícil.

Para comemorar que falta pouco para acabar  – e também para respirar aliviado, porque né? – vamos sentar e observar juntos as histórias de 9 brasileiros que com certeza tiveram um 2014 mala. Bem mala. E ainda passaram por tudo isso publicamente, que dó.  #Vem2015

1. xuxa

Só se fala de Xu nas redes sociais. Vai sair da Globo? Quando sai? Porque sai? Assinou com a Record? Ainda tem futuro como apresentadora? Precisa se renovar? Não importa. Além de já ter comentado antes que “não dá muito”, agora há toda uma cortina de fumaça na porta dessa nave espacial.

2. andressa urach

A eterna vice-miss Bumbum conseguiu seu espaço na TV e vinha até tentando uma mudança de estilo, mas tomou uma rasteira dessa grande gangorra chamada vida e foi parar no hospital por conta do hidrogel que aplicou nas pernas há tempos atrás, para ficar parrudona. Chegou-se até a especular que a fofa teria que amputar os membros, mas finalmente sabemos que ela já voltou a caminhar sem dor. Que tal criar o #ProjetoCarnaval2016 e treinar direito sem essas melecas, hein Urach?

3. dani calabresa

Você e seu marido são comediantes famosos nacionalmente e você é obrigada a abrir a internet e encontrar fotos do seu bebezão pegando outra mina num restaurante bem famoso por estar sempre cheio de paparazzi. E aí você perdoa ele. E aí você beija seu colega de trabalho. E aí você não tem seu contrato renovado. Dani, se precisar conversar, me liga.

Leia mais

O comercial de vibrador mais maluco que você já viu

Aparentemente, é tempo de lançar sex toys e afins via crowdfunding. O produto da vez é o “Slap Happy”, um vibrador que promete substituir basicamente qualquer coisa que você possa ter aí na sua gaveta com chave. Ah sim: o nome “slap” também não é um mero acaso, já que o brinquedinho também serve para ~tapinhas vibrantes~.

O vídeo de divulgação é dos menos convencionais e vai direto ao ponto: “Este é o canivete suíço dos vibradores! Se você é mulher, você vai amar, se você é homem, compre para sua mulher. Se vocês são um casal hetero, vão curtir; se são lésbicas, vão curtir em dobro”. Parece tão maravilhoso quanto um antidepressivo à prova d’água, que utiliza apenas três pilhas. Convenhamos.

Fora as vantagens, quem tem ainda alguma dúvida de como usar, pode ver ilustrações com instruções na página do produto. Pelos poucos apoiadores, não dá para saber se o lançamento vai vingar, mas o preço máximo de US$65 é bem interessante diante dos valores praticados pelos concorrentes do mercado erótico. A proposta é agressiva e a ideia é que os contribuidores recebam seu Slap Happy até o Valentine’s Day gringo (14 de fevereiro).

Riffsy: fonte de gifs para uma vida mais feliz

Pare tudo o que você está fazendo agora, porque há uma nova rede/aplicativo que promete tornar a zoeira internética ainda mais sem limites. O Riffsy é uma ferramenta fantástica para criar, encontrar e trocar gifs – ou RIFFS, a evolução do gif, pra galera que criou a parada.  À bem da verdade, são pequenos vídeos, com áudio ou não, cujo arquivo não tem a extensão .gif. Não dava para ser perfeito, mas a gente aceita a ~revolução~ simplesmente porque é…. DEMAIS!

meu gifzinho em homenagem à menina que bota Nicki Minaj no chinelo!

5 coisas do Orkut que vão deixar saudade

Sabe aquela história de que “só damos valor quando perdemos”? Pois acordei me sentindo meio assim com o velório do Orkut, que está encerrando finalmente suas atividades neste dia 30. Mas, tá, nem tanto: nos últimos q-u-a-t-r-o anos a rede já andava esquecida, lotada de spam e totalmente esvaziada pelo Facebook, esse tirano colossal.

Antes que seja tarde demais, gostaria de relembrar cinco coisas que faziam nossos dias mais felizes quando não existiam linhas do tempo, o google wave não era nem projeto e o número de fotos ainda era limitado. Você lembra?

5 COISAS DO ORKUT QUE VÃO DEIXAR SAUDADE