Jungle: a banda que você precisa ouvir – e ver só se quiser

Imagem, superexposição, mais imagem. Vídeos. Virais. Imagem. Imagem é tudo para quase todas as áreas do entretenimento atual, até mesmo para a música que, coitada, vive uma repetição de clichês e personalidades sonoras simplesmente porque vende bem. É quase um dilema “tostines”: a imagem é importante para vender mais ou vende mais porque a imagem é super explorada? Dois amigos de infância resolveram quebrar este paradigma e esta semana deram um rasante pelo Brasil mostrando no palco o que descobriram.

jungle0

J. e T.: sucesso sem fama

Jungle é a banda formada pela dupla J. e T. (ou mais precisamente Josh Lloyd-Watson e Tom McFarland) e por mais 5 integrantes que fazem a magia soul-funk-eletrônica acontecer no palco. Vi de perto o show em São Paulo esta semana e me encantei com o trabalho dos vizinhos de porta de Londres que esconderam sua identidade por algum tempo.

jungle1

a Jungle completa

Acontece que J. e T. quiseram começar um experimento e tanto em 2013: mostrar que a música pode sim funcionar por si só e não ficar na dependência da personalidade de um frontman. Por isso mesmo, os rapazes conseguiram se manter misteriosos por algum tempo, mesmo com as visualizações de seus clipes passando da casa dos 6 dígitos.

Leia mais

Concurso cultural: que tal um violão para chamar de seu?

Concurso cultural encerrado! A grande vencedora é a Bianca Melo, vamos entrar em contato com você por e-mail! ;)

epicguitar0

Esse é meu: o outro pode ser seu!

Parece que foi ontem que estávamos nos divertindo horrores no Lollapalooza, mas um mês já se passou. Acredita? Nem eu! O furacão do festival passou por São Paulo e nos deixou saudosos e ansiosos pelo que vem pela frente no ano que vem.

Quem esteve no autódromo este ano deve ter visto o super ambiente preparado pela Pepsi para o público colocar seus talentos à prova no palco. Pois que ganhei um dos violões personalizados especialmente para ocasião e vou poder também presentear um leitor com uma belezinha dessas! Bora montar uma dupla indie, galera? kkk

epicguitar2

como participar:

Leia mais

O Coachella ainda te inspira?

Um grupo de amigas californianas lindas e magras num carro antigo dirigem pelo deserto. Uma banda indie que ninguém sabe o nome toca ao fundo. Um chapéu, uma coroa de flores, top cropped, muito crochê e algumas botinhas de camurça. Há também aquela amiga de saia longa e rasteirinha. Franjas pairam no ar.

Se eu nem precisei de uma foto para ilustrar tudo isso que você acabou de ver aí na sua cabeça, é sinal de que a imagem já está tão bem construída que nem demanda explicação, certo?

Música para treinar #6: não deixa essa peteca cair!

corridapeteca

lutando contra as forças ocultas, inclusive da gravidade

Uma overdose de chocolate pós-Páscoa, o friozinho, a preguicinha, mais cinco minutinhos… É fácil abandonar o #projetinho justamente agora e retomar, sei lá, em outubro. Dá desânimo, dá vontade de fazer qualquer outra coisa e às vezes dá vontade de sumir do mapa e mandar o recepcionista da academia tomar naquele lugar quando ele te ligar para saber porque você não foi. Especialmente quando você acha que ainda não chegou aonde queria.

[Vídeo] Lollapalooza 2015 e como foi o sábado no festival

Mais um Lollapalooza vai entrar para nosso currículo de festivais, com direito a muita chuva, ingressos sobrando e cancelamento de artista bastante aguardada – Marina, teus fãs não te perdoaram e eu também não! Deixou um buraco no electra heart da programação que eu tinha feito e um tempo ocioso bem chato.

Foram muitos encadeamentos estranhos e um sem número de gente mais interessante que poderia ter vindo – Iggy Azalea? Haim? Charli XCX? Kiesza? Clean Bandit? Hm, foi a alta do dólar? Sim, tudo isso é comum num festival, mas se compararmos com as outras edições do Lolla, algo estranho aconteceu.

Dá o play no vídeo e, como sempre, se curtiu, te convido a dar uma passadinha no meu canal para se inscrever e dar uma força! ;)

O povo bonito do festival SXSW

Desde 1987 a cidade de Austin, no Texas, sedia o South by Southwest, festival de música, cinema e mídia. A festança que já é maior de idade reúne um público muito interessante e dá luz para talentos que tem grandes chances de se tornarem grandes.

Foi de lá, por exemplo, que ouvi falar da Kimbra pela primeira vez, cantando sozinha com calças beattlejuice e sintetizadores, sem nem imaginar o boom que seria “Somebody that I Used to Know”:

Graças aos deuses, a calça listrada se foi e um estilo muito mais limpo foi desfilado pelo público do evento este ano. Quem quiser, aproveita para se inspirar para o Lollapalooza, afinal, why not? ;)

+ quer mais inspirações? Dá uma olhada aqui no Pinterest!

.

Leia mais