Bullet Journal: o melhor método para se organizar sem gastar uma fortuna

Para quem viveu feat. cresceu na era da agenda e sempre foi acostumada com a tática de escrever para memorizar as coisas, o abandono completo do papel por ferramentas digitais pode até ser prático, mas não significa que seja o melhor – inclusive para quem é novinho e não pegou nada disso. Não à toa a gente viu a moda do planner crescer e muito nos últimos anos e, mesmo achando um absurdo de caro, resolvi dar uma chance em 2017. E deu errado.

Mas eu tinha um sonho. O sonho de ser uma pessoa mais organizada e menos procrastinadora e nunca quis excluir o papel da minha vida, especialmente porque riscar tarefas no trabalho não só é prazeroso quanto ajuda a manter as prioridades frescas na cabeça. Foi aí que comecei a ver o ~povo falando sobre bullet journal, um diário em tópicos que une as mais diversas áreas da sua vida num só lugar e pode ser um local para registrar o que você quiser, desde os seus hábitos até os episódios da série que assiste. Enquanto isso, meu planner inevitavelmente pegava poeira em branco.

Bullet Journal via @bumblebujo

Fui influenciada digitalmente e resolvi dar uma chance: comprei um caderno bonitinho com marcação de página e mentalizei que, caso tudo desce errado, poderia virar mais um caderno de anotações aleatório para deixar do lado do computador. “Mal não faz”, pensei. Mas não é que está fazendo bem, no fim das contas?

Descobri no #BUJO, para os íntimos!, uma ferramenta poderosa para se organizar e tenho gostado bastante de centralizar minha vida ali. Sofri no início vendo os bullet journals maravilhosos que habitam o Pinterest, mas me contentei em fazer sem frescura e simplesmente deixar rolar.

No vídeo abaixo, conto porque decidi adotar o #bujo em 2018, como está sendo a experiência desse primeiro mês completo e dou uma diquinha ou outra pra quem quer começar!

 

Atenção, passageiros: temos um site novo no ar!

Primeiramente, boa noite, boa tarde, bom dia. Pode sentar e ficar à vontade que eu já estou trazendo uma caneca de café para te explicar tudo o que aconteceu por aqui e o que ainda ainda vai acontecer! Sim, essa é a nova cara do blog e é só você sentar aqui no meu novo sofá para perceber o quanto esse espaço vai mudar e ser mais importante para mim daqui pra frente.

Depois de exatos 12 anos postando, opinando, respondendo comentários e, por que não?, fazendo negócios com o blog respondendo por “Fake-Doll”, hoje encerramos um ciclo. Calma! Este não é mais um blog que vai fechar – por favor, ainda temos muito o que fazer por aqui! Este é apenas um novo começo para finalmente seguir com uma marca e, principalmente, com um nome que vai estar para sempre comigo: o meu.

Há algum tempo vinha me sentindo desconfortável em seguir produzindo embaixo de um guarda-chuva que não me representava e desde agosto de 2017 venho me preparando mentalmente para essa transição e para todo o trabalho envolvido. Se vale um rápido flashback, quando o Fake-doll nasceu, blogs eram pequenos veículos ligeiramente marginalizados, para dizer o mínimo. Corta para 2018 e você pode escolher o que quiser: manter um veículo independente, ter uma plataforma sua, usar o site como portfolio profissional… Enfim. Não importa o rótulo: o importante mesmo é ter algo seu, já que redes sociais vem e vão.

Agora deixa eu te levar para conhecer o resto da casa! O que você vai encontrar em Fernandapineda.com.br (ou fepineda.com para os que curtem uma url curtinha!) é um verdadeiro hub para agregar tudo o que venho produzindo na internet, seja nas redes sociais, seja no Youtube ou mesmo as playlists doidas que invento no Spotify.

Já atualiza seus favoritos com o site novo, troque o endereço no seu feed, e também atualize seu like no Facebook e vem comigo!

 

um tour

Antes de mais nada, preciso pedir um brinde à dupla de mulheres que me ajudou a levantar esse teto: Camilla Pires, que cuidou de todo o visual dessa repaginada, desde os motions do Youtube até layout do novo site, e Daniela Danczuk, verdadeira maga da programação que já me acompanha há anos nas aventuras online.

Quem segue o canal do Youtube já havia tomado um spoiler de levinho do que ia ver por aqui e certamente o site é a ampliação e consolidação do que já estava rolando por lá -e com várias novas funcionalidades! Não repare a bagunça: ainda temos uma coisinha ou outra para ajustar, mas olha só o que já temos por aqui!

  • No topo, em ‘HOT TAGS’, você encontra os assuntos mais relevantes do momento para clicar e curtir tudo o que já temos a respeito;
  • Ainda lá no alto teremos sempre um post legal em destaque para ver & rever, além dos últimos vídeos publicados no canal do Youtube;
  • Na sequência o último post publicado, além do meu perfil (fiz faxina, tirei a poeira, revisitei e atualizei, tá?);
  • Logo depois, as últimas fotos do Instagram além de uma Love List  constantemente atualizada com produtos incríveis;
  • Um acesso fácil, fácil para a playlist que eu mais estiver ouvindo no Spotify – e indo lá no meu perfil tem mais um monte #loucadaplaylist;
  • Outro acesso fácil para a fanpage do Facebook, que mudou de nome, endereço e estamos recomeçando  do zero, então, por favor: venha me curtir! huhuh :P;
  • E, para fechar, um supercombo de últimos posts e também um cantinho para você gentilmente deixar seu e-mail para receber a newsletter que estamos preparando para um futuro próximo!

e obrigada!

 

Se você chegou até aqui na leitura, sinal de que tem espaço para textão na Internet, sim! rs O espírito da casa continua o mesmo: compartilhar minhas paixões com meu ponto de vista único e pessoal, só que agora sem perder de vista a minha marca enquanto profissional de comunicação. Obrigada por estar comigo! Me conta o que achou?

It, a coisa: o filme de terror mais hypado do ano me fez superar o medo e ir ao cinema

“It, A Coisa” é com certeza o filme de terror mais bombado do ano! Uma leva de outros longas do gênero vem invadindo os cinemas toda semana, mas é “It” que vem quebrando vários recordes de bilheteria pelo mundo desde que estreou. Baseado no livro homônimo de Stephen King, o filme de 2017 bebe da mesma fonte que o telefilme dividido em duas partes e lançado em 1990. E agora, 27 anos depois, Pennywise volta para nos assombrar, mas desta vez a trama foca somente na primeira parte, com a experiência das crianças.

Acontece que, se você acompanha este blog/canal, enfim, acompanha esta que vos fala há algum tempo, certamente já sabe que não sou exatamente a maior fã de passar medo. Fujo de brinquedos radicais em parques de diversão, morro de medo de filme de terror e inclusive cheguei a ter uma fase de medo de palhaço na infância… Pois bem: consegui superar tudo isso tamanha era a curiosidade de ver “It” no cinema e no vídeo de hoje conto como foi.

Além do meu relato de bravura feat. coragem, trago também algumas impressões sobre o filme e coisas que passaram pela minha cabeça antes, durante e depois de assistir. Mas desta vez não é uma crítica, até porque, JAMAIS poderia me concentrar em outra coisa além de não berrar (muito) alto no cinema. Risos (estou indo, mas é de nervoso).

Dá o play e aproveita para se inscrever no canal  e receber os vídeos primeiro!

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

 

#CasaNova Parte II: Apartamento pronto! Projeto de marcenaria, móveis e eletrodomésticos

Perdeu os outros posts sobre a reforma? Clique aqui! 

No primeiro post desta série, contei um pouco sobre como foi o projeto do nosso pequeno grande apartamento: foi um verdadeiro jogo de Tetris zerado com maestria e que agora está enchendo a gente de orgulho. Apesar da nossa planta ser pequena, o projeto atende 100% nossas necessidades e os armários estão comportando as vidas de duas pessoas, o que já parece ótimo para quem morria de medo de ter que abandonar várias coisas na casa da mamãe. rs Aproveito para agradecer as fotos dos ambientes feitas pelas nossas arquitetas da MMaverick!

casanova2

A #CasaNova em funcionamento: não é que deu tudo certo?

A MARCENARIA

Para aproveitar 100% o espaço da nossa planta(zinha), de cara foi fundamental partirmos para móveis planejados. Custa (muito) caro, demora, mas realmente dá uma alegria tremenda ver que tudo ali tem qualidade e, acima de tudo, a nossa cara. Vimos diversas lojas de planejados, desde aquelas redes famosas até outras super “família tradicional brasileira”, mas acabamos fechando com o Thiago Ruiz, da Ruiz Marcenaria, que tem um trabalho moderno e cumpriu os prazos de forma exemplar.

casanova_ambientes

Desde o começo de tudo, eu já tinha muito bem definido na cabeça as cores que permeariam o apê, dos revestimentos até os armários, como o verde menta da cozinha e o azulão no banheiro. Pois acreditem: achar essas cores (ou qualquer cor muito específica)nessas grandes redes de planejados é simplesmente impossível. Eles trabalham com uma cartela de cores limitada por conta da linha de produção e, infelizmente, se você sai muito do padrão, fica sem opções e eles realmente não tem muito a te oferecer. Por isso, me encantei imediatamente quando vi a infinidade de opções que a Ruiz tinha para a gente – foram exatamente as cores que eu sonhava!

Depois de meses de processo, ver a divisão do ambiente da sala/cozinha feita pelos armários pessoalmente foi mágico e ficou ainda mais bonito que o 3D que nos ajudou a visualizar tudo no início! ;)

casanova_quarto

quarto com armário quatro portas de correr todo em espelho, sapateira rosa “bebê”, cabeceira em marcenaria e nossa cama box com baú!

 

casanova_banheiro

banheiro: armário azul no gabinete inferior, branco no superior e detalhes dos metais “red gold” da Deca 

OS OUTROS MÓVEIS

Mesmo com todo esse trabalho planejado incrível no quarto, sala/cozinha e banheiro, claro que alguns móveis ainda ficaram faltando! Reviramos lojas físicas e online e acabamos optando por um mix de acabamentos e materiais, de forma que a sala mesmo sendo “clean”, não seja refém de um só elemento ou cor. Liberdade define!

casanova_outrosmoveis2

casanova_outrosmoveis

Os móveis (extras!) que escolhemos:
1. Sofá retrátil cinza Tok Stok – tem um bem parecido na Oppa, para quem tem mais espaço!
2. Escrivaninha preta retangular Tok Stok (usada como sofa table)
3. Rack da Woodinn comprado na Mobly
4. Cadeiras de jantar da Oppa
5. Não é móvel, mas sei que vocês vão perguntar: luminária pendente da Trybo, comprada na Mobly!

 

Leia mais

#CasaNova: a reforma, inspirações e projeto do nosso apartamento!

Sempre compartilhei momentos muito importantes da minha história neste blog: oportunidades especiais de trabalho, mudanças excepcionais de rotina, um encontro amoroso capaz de mudar tudo… Pois desta vez venho com muita alegria contar que vou abandonar o ninho e finalmente vou me mudar. E não apenas me mudar: vou descobrir a vida a dois 24 horas por dia juntando as escovas de dentes com meu namorado, parceiro de aventuras e cúmplice de todas as horas. E, uau!, escrevendo aqui parece que acaba de se tornar mais verdade! rs

A post shared by Fernanda Pineda (@feepineda) on

Hoje começo a série de posts #CasaNova para contar um pouco do antes, durante e dos vários depois desse processo tão especial! E vamos começar pelo começo, é claro: o projeto, a quebradeira e as referências que enfiamos debaixo do braço para nos guiar.

NOVATOS EM OBRAS

Começamos a reforma no apartamento em dezembro de 2016 e quem me segue nas redes sociais vem acompanhando de tudo um pouco: da reclamação sobre o preço das coisas até quebradeira de parede e escolha de cores dos armários. E agora esta semana vem a parte boa: finalmente acompanhar a montagem de tudo que ficamos durante meses escolhendo (e pagando! AI QUE DOR NO BOLSO!).

Como era de se imaginar, nem Rafael nem eu tínhamos a menor experiência com obras, mas tínhamos ambos uma memória terrível das obras feitas pelos pais que só tinham dado atraso, problema e dor de cabeça. Para “piorar” as coisas, o espaço do nosso apartamento pedia para ser milimetricamente aproveitado: como dar conta deste casal em menos de 40m²?

AJUDA ESSENCIAL: A DUPLA DE ARQUITETAS

Como não estava nos nossos planos sair furando canos por acaso ou sentar e chorar na primeira guerra territorial por espaço no armário, resolvemos contratar um serviço especial para essa missão! A Michelle e a Adriana da MMaverick Arquitetura planejaram nosso apartamento e foram verdadeiras anjas da guarda nesse processo.

Elas tiveram não só o profissionalismo mas também a santa paciência para nos explicar um milhão de vezes a diferença entre todos os tipos de piso, acabamentos de marcenaria, efeitos de iluminação e  ainda acompanhar momentos cruciais da obra para que tudo andasse mais rápido. Pode parecer simples, mas esta última parte é quase tão importante quanto o projeto em si. É bem difícil trabalhar e conseguir estar à disposição no horário comercial o tempo todo para, sei lá, acompanhar a instalação de uma pedra. Por isso, para todo mundo que me pergunta se vale a pena ter arquiteto, eu respondo que sem dúvida VALE. Foi uma ajuda e tanto para nós! 

sala_antesdepois

A sala/cozinha antes e depois: tiramos balcão, nicho, abrimos a varanda, trocamos os revestimentos, mudamos os pontos de água e luz… Ufa! 

Leia mais

Vlog da ressaca: Carnaval, maratona de Oscar, preguiça e faxinão!

Depois de cinco dias de festão (ou não! rs), o vídeo da semana é mais ou menos um resumo do que foi meu Carnaval. Fui gravando um vlog bem descontraído ao longo do feriado e mostrei desde minha maratona de filmes do Oscar até alguns treinos na academia e a festa da Heineken que fui no sábado – quem me segue no Instagram @feepineda certamente já viu algumas fotos!

gifcerto

A ideia de fazer o vlog partiu de algumas sugestões que já recebi, de mostrar o dia-a-dia, mesmo que editado, mas de uma forma mais crua e ~gente como a gente~. Vamos ver se vocês curtem! ;)