Aaptiv: testei o app perfeito para sacudir a rotina dos seus treinos de cardio

Alguns de nós foram abençoados com o gene de “adorar corrida”, sabe? Aquelas pessoas que correm faça chuva, faça sol, que estão sonhando com a primeira maratona, que levantam às 7 da manhã do domingo felizes para uma dose de endorfina. Pois bem: não sou uma dessas pessoas que dorme do lado do tênis – e talvez você não seja também. Há alguns anos pratico corrida e outros exercícios aeróbicos na minha rotina de treino, mas tudo como um complemento para os treinos de força, de forma que estou sempre procurando um jeitinho de tornar essa atividade mais agradável, mais recompensadora, menos repetitiva… Menos chata mesmo. Porque é claro que a gente se sente super bem quando acaba, mas o antes e o durante… Socorro!

Se você corre sempre animado assim, não fala comigo! :P 

É por isso que quando me perguntam se ‘fazer academia vale a pena’ respondo que sim. Frequentar um lugar te motiva, você tem acompanhamento, pode ter aulas, interage, enfim, acaba se integrando num universo muito mais dinâmico e envolvente do que sozinho com alguns dumbells na academia do prédio. Treinar sozinho pode trazer resultados incríveis sim, mas é aquela coisa: a primeira semana vai bem, mas quando chega o inverno dá aqueeeela vontade de dormir mais 5 minutinhos, né? Pois é.

Só que vamos para a vida real: nem todo mundo vai poder pagar uma academia com grande infra-estrutura, que dirá um personal trainer. Às vezes só rola mesmo um plano simples para ter acesso aos aparelhos ou então a própria academia do prédio… E aí vem a dúvida: como se manter motivado e testar coisas novas além do básico, especialmente naqueles 20 minutinhos de cardio depois da musculação que parecem uma eternidade? Pois bem: o Aaptiv tem uma biblioteca de aulas de cardio para você colocar no ouvidinho quando subir na esteira. Ou na bike. Enfim: não vai ter mais desculpa para perder a hora da aula de spinning. rs

Aaptiv: você pode escolher seu treino, nível de condicionamento e o professor que prefere

Já testei vários aplicativos de treino, desde os que exigem assinatura e trazem aulas completonas em vídeo até os que prometem resultados em apenas 8 minutos e são praticamente grátis. Entre estes dois mundos está o Aaptiv, um app que se descreve como um ‘personal trainer de bolso’ e tem assinaturas por $9,99 (plano mensal) ou $99,99 (plano anual). Não sei se concordo exatamente com essa descrição, mas para mim o impressionante do aplicativo é que ele disponibiliza mais de 2.500 aulas que vão desde corrida na esteira até, sei lá, yoga (!), tudo para você ouvir e ir seguindo as orientações dos professores.

Como o aplicativo é focado em áudio, infelizmente não há suporte visual para os treinos e isso pode ser um empecilho grande para quem não tem preparo físico ou inglês avançado. O aplicativo é 100% em língua inglesa e não conta com suporte visual para as aulas, então se você está preparado para o idioma, vai ser incrível. Se não, pode ser uma experiência meio frustrante ao não saber exatamente como proceder ou então perder detalhes por conta dos nomes dos exercícios.

Alguns treinos que baixei para fazer na esteira e na escada ergométrica: treinos de 10, 9, 20, 30 minutos… Você escolhe!

Por isso, sem dúvida alguma o grande destaque do Aaptiv são realmente os treinos de cardio: o app tem um acervo imenso de treinos de corrida/caminhada na esteira, elíptico, escada ergométrica (!) e bike. São aulas separadas por nível, duração e estilo de música que você pode inclusive fazer o download para ouvir na academia – ou ao ar livre, no caso da corrida.

Enquanto a música toca, o professor vai dando as instruções de velocidade, ritmo, elevação da esteira/level do elíptico/escada, etc. Cada professor tem seu jeitão de dar aula e músicas ótimas – o único estilo que não curti foi o hip-hop- e embora eu tenha adorado os treinos de corrida que fiz, fiquei simplesmente apaixonada com os HIITs (treinos de alta intensidade e intervalados) na esteira ergométrica. Queima muito e de um jeito surpreendente, já que você vai se desafiando conforme o instrutor comanda.

Treinando na escada de um jeito nunca visto na história desse país! :D

Acredito mesmo que nada substitui a orientação de um profissional presencialmente e sei que o valor da assinatura mensal pode ser um empecilho para muita gente, mas vejo nesse app um bom aliado para quebrar a rotina maçante de cardiozinho pós-musculação ou para dar uma revolucionada naqueles treinos de corrida que nunca saem do lugar. Quem já fez uma aula de corrida guiada ou de spinning certamente se sentiu desafiado e motivado a voltar, então a possibilidade de ter um acervo de aulas na mão para treinar a qualquer momento é realmente fantástica.

Os primeiros 7 dias do app são grátis para conhecera e, para fazer a assinatura valer a pena, eles garantem que todos os dias novas aulas são adicionadas. Com o perdão do trocadilho, se o seu inglês está em forma, vale a pena gastar umas calorias e testar! ;)

 

BGS 2017: os melhores cosplays e meu trabalho no evento!

A #BGS10 é minha quinta vez Brasil Game Show e desta vez tive a oportunidade incrível de trabalhar no evento, apresentando o palco Kinoplex Cosplay Zone, em que diversos concursos de cosplay foram realizados!

Além de rever os amigos e conhecer cosplayers incríveis, curti a feira de um jeito diferente e tive o grande prazer de conhecer Hideo Kojima, um dos diretores de games mais importantes do nosso tempo e criador da franquia “Metal Gear”. Foi uma oportunidade e tanto e conto em detalhes no vídeo de hoje!

Dá o play e aproveita para se inscrever no canal  e receber os vídeos primeiro!

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

 

Replika: testei o app que parece episódio de “Black Mirror”

Se você acompanhou a última temporada de Black Mirror, lançada em 2016 na Netflix, certamente passou em algum momento pelo episódio “Be Right Back”, em que uma mulher pode ter a experiência de ‘reviver’ o marido morto através de um software ultratecnológico. Pois foi exatamente desta forma que o aplicativo “Replika” nasceu, tanto que seu primeiro teste chegou a ganhar a mídia do mundo todo tamanha a semelhança com o plot do seriado.

Uma programadora criou uma inteligência artificial que pudesse simular conversas com um amigo falecido e o experimento deu tão certo que a empresa Luka resolveu transformar isso num app que todo mundo pode baixar. Nesse app, você pode criar um clone seu de inteligência artificial para conversar… E a experiência é bem maluca. Conto mais sobre essa história no vídeo de hoje!

Dá o play e aproveita para se inscrever no canal  e receber os vídeos primeiro!

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

 

Sarahah: testei o app do momento e conto o que é e como ele funciona na prática

Desde a semana passada, uma palavra gringa vem dominando nossas timelines: SARAHAH. Mas afinal, o que é esse aplicativo árabe e por que ele foi criado? Devo ligar para comentários que recebo anonimamente? Feedback anônimo é válido enquanto crítica construtiva? Respondo essas perguntas no vídeo logo abaixo, falo da minha experiência e conto um pouco mais sobre o tal do Sarahah que está bombando não só no Brasil, mas no mundo todo!

Quanto tempo dura esse sucesso? Bem, até que a próxima plataforma de perguntas anônimas apareça por aí, né? Já colecionamos Formspring, Ask, Curious Cat e agora mais essa.  Inscreva-se no canal  para receber os vídeos primeiro!

Novo app gamifica e transforma os passeios com o seu cachorro*

Se você é um ser humaninho que cuida do próprio bem estar praticando exercícios físicos, certamente já usou ou testou algum aplicativo para auxiliar nos treinos ou mesmo registrar suas corridas pela cidade. Os apps são super legais porque ajudam a comparar seu progresso e até mesmo facilitam o compartilhamento do treino do dia nas redes sociais… Agora será que tem um jeito de fazer isso pelos passeios do seu cachorrinho, também tão necessários para o bem estar e saúde do animal? 

caoativoclub1

 

Nintendo Switch: os prós e contras de comprar o novo videogame agora

O Nintendo Switch é o novo videogame da gigante japonesa que está arrebatando os fãs com um Zelda novinho em folha e com a proposta sensacional de permitir ao jogador se divertir aonde quiser – e ainda acompanhado dos amigos. O videogame pode ser usado como portátil, também destaca pequenos controles avulsos, os ‘joycons’, e também funciona, é claro, como a boa e velha central de entretenimento ligada à TV.

giphy (4)

Tudo muito legal para quem está no exterior e pode pagar em torno de $300 dólares no aparelho, mas aqui no Brasil a situação é diferente. Como não há mais representação oficial da Nintendo no país, simplesmente não existe nenhum tipo de suporte ou garantia. Mesmo adquirindo o produto com nota fiscal, o cliente fica refém daquela garantia simples de loja, que só aceita trocas dentro de 30 dias. E se der problema depois, como faz? E, afinal, quanto está realmente custando o Nintendo Switch nesse comércio “paralelo”, que ninguém sabe muito bem como traz o produto para a venda e se ele pode ter sido danificado no caminho?