Black Mirror: a nova temporada vale o hype? Acertos e erros da season 4!

E aí, será que Black Mirror continua… Black Mirror? A quarta temporada da série já está disponível na Netflix e desde o princípio tinha um grande desafio pela frente: continuar surpreendente e relevante ao completar uma leva de 19 episódios antológicos. É coisa para caramba! Na crítica de hoje fazemos uma análise com e sem spoilers de cada um dos seis episódios: USS Callister, Arkangel, Hang The DJ, Crocodile, Metalhead e Black Museum.

Qual foi seu episódio favorito? Será que essa ‘expansão’ da série foi boa criativamente falando ou o modelo antigo é o ideal?  Dá o play para ver e ouvir tudo e se inscreve no canal  para receber os vídeos primeiro!

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

The Good Place: a série de comédia da Netflix fala de vida após a morte de um jeito que você nunca viu

Você está preparado (a) para rever sua opinião sobre frozen yogurt e ainda dar risada enquanto relembra aulas de filosofia? Então “The Good Place” merece sua atenção! A série de comédia da NBC americana é estrelada por Kristen Bell e Ted Danson e trata de um tema bastante improvável para uma comédia: a vida após a morte. O show criado por Michael Schur, que já esteve por trás de “Brooklyn 99” e “Parks and Recreation, já está na segunda temporada e começou a bombar por aqui logo que entrou no catálogo da Netflix. Ou seja? Tá tudo lá para maratonar deliciosamente!

O seriado tem texto ácido e inteligente e mostra o que acontece quando partimos desta para o lado de lá. Quem vai para o “lugar ruim” ou quem vai para o “lugar bom”, que dá nome à série? Como isso é definido e o que aconteceria se esse sistema bugasse? É esse o dilema pavoroso que a protagonista, Eleanor Shellstrop, enfrenta, além de ter que lidar com muito frozen yogurt e a incapacidade de xingar no paraíso.

No review de hoje conto porque vale a pena assistir a série e também algumas reflexões que tive enquanto assistia, tudo sem spoilers, até porque essa é daquelas séries cheeeeias de reviravoltas! Veja a crítica completa no vídeo e aproveite para se inscrever no canal  e receber os vídeos primeiro!

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

Stranger Things: a evolução da série na nova temporada e teorias mirabolantes

Depois de 9 horas de uma deliciosa e crocante maratona de “Stranger Things”, era impossível deixar passar em branco no canal e no blog essa série original da Netflix que ganhou de vez meu coração. Criada pelos irmãos Duffer, o seriado se apoiou um bocado nas referências anos 80 na primeira temporada, mas agora finalmente mostrou a que veio, com uma trama – e um monstro – muito mais grandiosos do que pensávamos. O suspense deu lugar ao desenvolvimento dos personagens numa leva de episódios mais ‘cabeçudos’, mas igualmente interessantes.

Veja a crítica completa no vídeo, assim como algumas teorias do que esperar para a terceira temporada que, embora ainda não tenha data definida, certamente vai acontecer! Aproveita para se inscrever no canal  e receber os vídeos primeiro!

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

Topshop lança coleção especial de roupas e acessórios de Stranger Things

A Topshop acaba de lançar uma coleção oficial de roupas e acessórios no hype de “Stranger Things”, série da Netflix que estreia dia 27/10 no mundo todo. São camisetas, moletons, bolsas e mochilas e até um caderno especial em homenagem à Barb, tudo com cara de anos 80 e do jeitão que a gente gosta. Para a novidade, o site foi todo “repaginado” como o mundo invertido:

As camisetas saem por £20, moletons por £32 e a cerejinha do bolo, o livro-caderno-diário motivacional da Barb, custa £9,99 – ou seja: os preços variam numa media de  R$42 e R$140. Até que não é nada tão pesado se comparado aos preços de outras peças da loja, que é uma das mais salgadas no mundo das fast-fashion. Infelizmente, a coleção não chega por aqui, já que a Topshop deixou o Brasil no final de 2016, mas opções não faltam de lojinhas e grifes alternativas que vendem coleções ‘inspiradas’ por aqui.

Mais imagens depois do pulo!

Leia mais

Dica de série: Insecure, comédia moderninha da HBO que você tem que ver!

Para quem ficou órfão de “Girls” da HBO, a série “Insecure” da emissora pode ser uma boa alternativa para aquecer o coração, só que com personagens mais ‘gente grande’, se é que me entende. A segunda temporada acaba de ser exibida na TV e é certamente uma das comédias mais bacanas da atualidade, com texto rápido, ácido e recheada de referências a cultura pop – inclusive a segunda temporada faz uma homenagem giga ao Frank Ocean.

Criada, escrita e protagonizada por Issa Rae, “Insecure” traz representatividade do jeito certo – tanto no elenco quanto na sala da escrita e até mesmo na produção e direção. A maior parte dos episódios é dirigida por Melina Matsouka (a mulher que dirigiu “Formation” da Beyoncé, entre outros clipes) e Solange Knowles auxilia na curadoria musical. Quer saber mais? No vídeo abaixo faço meu review e te conto porque você deve assistir! 

Dá o play e aproveita para se inscrever no canal  e receber os vídeos primeiro!

O inimigo agora é outro: review da terceira temporada de Narcos

A terceira temporada de “Narcos” estreou em setembro na Netflix e depois de me deliciar com uma boa e velha maratona, trago hoje a crítica e também alguns comentários sobre a série – como sempre, sem spolers! Desta vez, os grandes vilões são os integrantes do Cartel de Calí, que se tornam os mais bem-sucedidos do narcotráfico colombiano após a morte de Pablo Escobar, interpretado nas duas primeiras temporadas por Wagner Moura.

Sem o carisma de Escobar e com novos vilões, fica a dúvida: vale a pena continuar assistindo? O que aconteceu com o ritmo da série sem o personagem tão icônico? Estas e outras perguntas respondidas no vídeo de hoje!

Dá o play e aproveita para se inscrever no canal  e receber os vídeos primeiro!